Web Content Viewer (JSR 286)

Ações
Carregando...

Central de notícias

|

Tesouros do Sesc: Adib Dabien e Terezinha Vilela

Entre uma viagem e outra, um grande amor. Adib e Terezinha se conheceram viajando pelo Sesc.
Publicado em 10/06/2015 às 17:13Atualizado em 26/06/2015 às 11:23

A gente nunca sabe o que a vida nos reserva. O aposentado Adib Dabien, de Belo Horizonte, assumiu um estilo de vida que é o desejo de muita gente: viver de viajar, de preferência, com o Sesc. Foram 11 excursões em 2014 e ele já se prepara para a quinta viagem de 2015. “Se eu quero conhecer um lugar para onde o Sesc não organiza pacotes, eu sugiro. Já avisei para a Telma que quero ir para Gramado no segundo semestre e eles têm esse prazo para lançar a excursão”, brinca. Ele, que já conheceu quase todo o Brasil e está começando a conhecer outros países, não imaginava que ia trazer na bagagem mais que histórias e souvenires.

Em outubro do ano passado, o destino escolhido foi São Luís, no Maranhão, capital também conhecida como “Ilha do Amor”. Enquanto isso, lá em Poços de Caldas, no Sul de Minas, Terezinha Vilela, de 54 anos, visitava o Sesc em busca de uma viagem para Fortaleza. As datas oferecidas não coincidiam com o planejamento feito por ela. Foi aí que a atendente sugeriu outro destino litorâneo, também no Nordeste, que conseguiu superar as expectativas da culinarista. E lá se foi ela para onde? Para São Luís. Lá, Terezinha conheceu Adib. Encontrou um companheiro, um amigo e um novo amor.

Separados por 350 km e 6 horas de viagem, o casal dribla a logística para viver essa história: ele passa um tempo em Poços de Caldas, ela passa um tempo em Belo Horizonte ou os dois se encontram mundo afora, por meio dos pacotes oferecidos pelo Sesc. “Esse relacionamento me fez repensar algumas coisas e cuidar mais de mim. Depois de anos trabalhando sem tirar férias, já avisei para minha equipe que, em 2015, vou ficar pelo menos 60 dias fora”, revela Tereza, que administra um restaurante em sua cidade.

Adib contagiou a namorada com seu ânimo e espírito viajante e já planeja pelo menos mais três viagens românticas para o segundo semestre. “Já fomos até para Portugal! Se a gente puder continuar contando com a infraestrutura, cuidado e conforto oferecidos pelo Turismo Social da instituição, vamos redescobrir o mundo inteiro juntos”. A disposição e o romance desses tesouros são exemplo para muitos casais jovens.

Investir no Turismo Social é permitir que um número maior de pessoas viaje com qualidade e preços acessíveis. O Sesc em Minas conta com 14 pousadas, sendo 13 distribuídas de norte a sul do estado e uma no Rio de Janeiro, na praia de Grussaí, litoral norte fluminense. Durante todo o ano, há saídas de excursões nacionais e internacionais. Os roteiros especiais e diversificados proporcionam momentos de lazer e conhecimento aos participantes. As viagens, terrestres, aéreas ou marítimas, são acompanhadas por guias de turismo. Consulte a agenda de roteiros e participe!

O casal Adib e Terezinha é um dos #tesourodosesc. Conhece alguém assim? Então nos mande o mapa!

Se você conhece a história de alguém que viveu uma experiência transformadora depois que conheceu o Sesc, conte essa história! Envie texto e foto para tesouros@sescmg.com.br. Sua experiência pode virar mais uma pedra preciosa em nosso baú de tesouros.

  1.