Web Content Viewer (JSR 286)

Ações
Carregando...

Central de programação

PALCO GIRATÓRIO - PROGRAMAÇÃO REGIONAL


    1. 24
      28
    2. Evento: Programação Regional - Espetáculos Locais
      Hora: Variados
      Local: Youtube do Sesc em Minas

     

  • Programação Regional - Espetáculos

    O Palco Giratório é um projeto de difusão e intercâmbio das artes cênicas realizado pelo Departamento Nacional do Sesc em parceria com os Departamentos Regionais. O projeto nasceu em 1998 e desde 2012 acontece de forma regular nas Unidades Sesc do interior e da capital, tendo como potente característica a sua realização anual e sistemática, que é fortalecida e reafirmada por uma programação diversa e representativa que promove o encontro de artistas de diferentes temporalidades e territorialidades.

    Dado o contexto pandêmico, a realização da 23ª edição do Palco Giratório se constitui em um circuito nacional inteiramente online, composto pelo Festival Digital Palco Giratório, ações formativas e intercâmbios em circo, dança e teatro e deste modo contribui para uma política de atuação institucional comprometida com o público, os artistas e o cenário cultural em um momento de pandemia.

    O Festival Digital Palco Giratório será transmitido via streaming, entre os dias 30 de setembro e 16 de outubro, já a Programação Regional será realizada entre os meses de outubro a novembro e contará com a participação de 5 grupos que compõem o circuito nacional, além de artistas e grupos de Barbacena, Belo Horizonte, Montes Claros e São João del Rei.

     

    Para a programação regional, estão previstas as exibições dos seguintes espetáculos:

     

    Cartas para Irene | Cia Ananda |

     24/10 | 20h | Transmissão: YouTube do Sesc em Minas

    Sinopse: a criação de dança/teatro fala sobre memória e saudade e se estrutura a partir de cartas escritas por Oscar Capucho à sua mãe, falecida em abril de 2012. O artista ficou cego aos 9 anos devido a um descolamento de retina. Neste espaço tempo que marca a transição entre o mundo permeado por imagens e um outro inicialmente permeado por incertezas, Oscar descreve o papel que Irene, sua mãe, teve em sua vida.

    Classificação etária: Livre

     

    Abena | Companhia Bando

    31/10 | 17h | Transmissão: YouTube do Sesc em Minas

    Sinopse: que Abena é uma das princesas mais belas de todo o mundo, não há quem discorde! Pretendentes de todas as partes esperavam ter sua mão em casamento. Diante de tanto cortejo, o jeito foi fazer uma grande disputa! Mas o coração de Abena... Ah, o coração já estava preenchido de amor por alguém. Mas nessa disputa, quem será o vencedor?

    Classificação etária: Livre

     

    Vivenças |  Cia de Cá

     07/11 | 19h | Transmissão: YouTube do Sesc em Minas

    Sinopse: O espetáculo tece com o fio da memória a vida na roça, composto de momentos de trabalho, de folgança e de momentos sagrados. Em tom nostálgico, a narrativa traduz a lembrança, a saudade e a dor dos narradores já idosos, entremeada com música, rezas e brincadeiras.

    Classificação etária: Livre

     

    Ser Minas Tão Gerais | Grupo Ponto de Partida

    13/11 | 20h | Transmissão: YouTube do Sesc em Minas

    Sinopse: os Tambores de Minas se misturam a arranjos vocais sofisticados e a meras folhas de jornal que, manipuladas pelos atores, se transformam em igrejas, rios, casas… Cantam-se os versos das lavadeiras do Vale do Jequitinhonha e também os de Drummond. SER MINAS TÃO GERAIS acolhe todas as transgressões, configurando-se uma brincadeira cheia de graça. Pois não é assim a música de Milton? Fio condutor dessa obra, as “Bituquianas” decretam: trata-se de um musical brasileiro, mineiro, negro, mestiço, universal.

    Classificação etária: livre

     

    A Toque de Caixa – Pessoa Invisibilizada. Negra. Guardiã de Ancestralidades

    Teatro Negro e Atitude

    28/11 | 17h | Transmissão: YouTube do Sesc em Minas

    Sinopse: o espetáculo conta a história de um sobrevivente. Homem. Preto. Pobre. Catador de papelão, que carrega, empurra, pega, levanta e cata caixa. Mesmo com o corpo enquadrado, massificado, invisibilizado, encaixotado... Continua em trabalho... Em meio à cidade, patrões, caixas e papelões “ele” desperta sua identidade cultural, racial, social, humana... Ancestralidades. Eis a metamorfose e a revolução dos corpos. Eis a história de quando os corpos se levantam e param a máquina.

    Classificação etária: Livre

     

    Para informações sobre o Festival Digital Palco Giratório 2021: https://www2.sesc.com.br/portal/site/PalcoGiratorio/2018/Edicao+2021/