Web Content Viewer (JSR 286)

Ações
Carregando...

Central de notícias

|

Outubro Rosa: veja cinco sinais de alerta para o câncer de mama e como se prevenir

Quanto mais cedo a doença for detectada, maiores são as chances de cura
Publicado em 02/10/2020 às 16:53Atualizado em 02/10/2020 às 17:02

Este ano, muita coisa da nossa rotina diária teve que ser alterada por causa do novo coronavírus. Novos hábitos foram adotados e outros foram deixados de lado, mesmo que temporariamente. Só que algumas coisas nunca devem mudar, principalmente quando o assunto é o câncer de mama. No mundo, o câncer de mama é o mais incidente entre as mulheres e no Brasil, também ocupa a primeira posição mais frequente em todas as Regiões brasileiras e a prevenção continua sendo o melhor remédio.

Para se ter uma ideia, atualmente, 7,6 milhões de pessoas morrem por causa da doença no planeta todo ano. No Brasil, conforme estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), em 2020 o país terá 66.280 novos casos. Um aumento em relação ao ano passado, quando a estimativa foi de 59.700 novos casos da doença.

Por isso, campanhas como o Outubro Rosa são fundamentais para a conscientização da sociedade quanto à importância de se prevenir contra o câncer de mama.

CÂNCER DE MAMA: 5 SINAIS DE ALERTA
Os sinais e sintomas do câncer podem variar, e algumas mulheres que têm câncer podem não apresentar nenhum desses sinais e sintomas. De qualquer maneira, é recomendável que a mulher conheça suas mamas e seu corpo, e saiba reconhecer alterações para poder procurar por um profissional de saúde. A detecção precoce da doença aumenta a possibilidade de cura. Por isso fique atenta se apresentar algum desses sinais:

- Nódulo (caroço), fixo e geralmente indolor: é a principal manifestação da doença, estando presente em cerca de 90% dos casos quando o câncer é percebido pela própria mulher;

- Pele da mama avermelhada, retraída ou parecida com casca de laranja;

- Alterações no bico do peito (mamilo);

- Pequenos nódulos nas axilas ou no pescoço;

- Saída espontânea de líquido anormal pelos mamilos.

É muito importante que a mulher observe e palpe suas mamas sempre que se sentir confortável (seja no banho, no momento da troca de roupa ou em outra situação do cotidiano), sem necessidade de aprender um técnica de autoexame ou de seguir uma periodicidade regular e fixa, valorizando a descoberta casual de pequenas alterações mamárias suspeitas. No caso de detecção de alguma anormalidade, um médico especialista deve ser consultado.

HÁBITOS SAUDÁVEIS AJUDAM NA PREVENÇÃO CONTRA A DOENÇA
Segundo dados do INCA, cerca de 30% dos casos de câncer de mama podem ser evitados com a adoção de hábitos saudáveis. Atitudes simples que podem salvar a sua vida, veja:

- Praticar alguma atividade física regularmente;

- Ter uma alimentação saudável;

- Manter o peso corporal adequado;

- Evitar o consumo de bebidas alcoólicas;

- Evitar o uso de hormônios sintéticos, como anticoncepcionais e terapias de reposição hormonal.

OUTUBRO ROSA NO SESC EM MINAS
Durante todo o mês de outubro, a unidade móvel Sesc Saúde da Mulher I estará no Sesc Venda Nova, em Belo Horizonte (rua Maria Borboleta, s/nº, bairro Novo Letícia) com o Projeto Sesc Praça da Saúde, realizando consultas, mamografias, ultrassons (pélvico, mamário e endovaginal) e Papanicolau, com a possibilidade de atendimentos com Médica Ginecologista.

O agendamento deve ser feito pelo telefone (31) 3048-7400. Os atendimentos estarão disponíveis de segunda à sexta, das 7h às 19h, e aos sábados, das 8h às 17h. O Sesc Praça da Saúde estará em Venda Nova até 11 de dezembro.

As Unidades Móveis de Saúde retomaram as atividades adotando todos os cuidados e medidas de segurança e higiene necessários, conforme protocolos institucionais e diretrizes do Ministério da Saúde e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

No Sesc Centro de Excelência em Saúde (rua Viana do Castelo, 645, bairro São Francisco – Belo Horizonte) durante o mês de outubro também serão realizadas mamografias gratuitas para mulheres que se enquadrem nos requisitos abaixo. Fique atenta!

- Ser trabalhadora do comercio de bens, serviços e turismo, com habilitação válida, ou dependente;

- Ter idade entre 50 e 69 anos – não é necessário pedido médico;

- Demais faixas etárias – necessário pedido médico.

Para informações sobre como fazer o agendamento do exame é só ligar no (31) 3270-8100.